fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 
Radio Sanca Web TV - Quarta, 01 Setembro 2021

Jovens que apresentarem o termo de assentimento preenchido e assinado juntamente com um documento do responsável, não precisarão estar acompanhados na hora da vacinação 

 

SÃO CARLOS/SP - A Secretaria Municipal de Saúde informa que nesta sexta-feira (03/09) inicia a vacinação de jovens sem comorbidades com 13 anos ou mais. 
A partir desta sexta-feira (03/09) os menores de idade que apresentarem o termo de assentimento preenchido e assinado juntamente com um documento pessoal do responsável legal que assinou o Termo, não precisarão estar acompanhados dessas pessoas na hora da vacinação. O termo de assentimento está disponível no link http://coronavirus.saocarlos.sp.gov.br/wp-content/uploads/2020/03/TermoAssentimento-12a17anos.pdf.

Também continuarão sendo aplicadas a segunda dose dos imunizantes Astrazeneca e Coronavac.  As pessoas que devem tomar a segunda dose da ASTRAZENECA até 04/09 podem antecipar a imunização. A partir desta data não serão mais antecipadas as segundas de nenhum laboratório.

De acordo com Denise Braga, diretora de Gestão e do Cuidado Ambulatorial, a mudança quanto ao acompanhamento dos pais ou responsáveis foi definida para evitar aglomeração nas unidades. “Alertamos que o menor de idade desacompanhado que não apresentar o termo assinado juntamente com um documento da pessoa que assinou, não será vacinado”. 

Já Crislaine Mestre, diretora de Vigilância em Saúde, ressalta a importância da segunda dose da vacina para completar o esquema de imunização principalmente mediante a presença de novas variantes. “A segunda dose sempre foi importante, mas agora nesse cenário de novas variantes, se tornou ainda mais relevante”, ressalta a diretora.
A Secretaria de Saúde também confirmou a realização de plantão de vacinação neste sábado (04/09), das 9h às 13h. A pasta também confirmou que a vacinação será realizada na segunda-feira (06/09), decretado ponto facultativo e na terça-feira (07/09), feriado de 7 de setembro. 

Confira os locais, horários e números de senhas que serão distribuídas: 

9h às 15h – Nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) do Maria Stella Fagá, Redenção e Azulville, com distribuição de 150 senhas para a primeira dose e 150 senhas para a segunda dose. Nas Unidades de Saúde da Família (USF) do Arnon de Melo/Angelina, Cruzeiro do Sul, Zavaglia, CDHU, Jockey/Guanabara serão distribuídas 150 senhas para primeira dose e 100 senhas para segunda dose. As senhas nessas unidades são distribuídas somente a partir das 8h. 

13h às 17h - UBS do Cidade Aracy e Santa Felícia. Nestas unidades serão distribuídas 150 senhas para primeira dose 150 para a segunda dose. 

13h às 19h – Na UBS da Vila São José com distribuição de 250 senhas de primeira dose e 150 para segunda dose. As senhas nesta unidade começarão a ser distribuídas a partir das 9h. 

DRIVE-THRU - 9h às 13h – Postos volantes com sistema drive-thru da FESC, na Vila Nery e no Shopping Iguatemi permanecem aplicando a primeira dose somente para pessoas com 18 anos ou mais e segunda dose das vacinas Astrazeneca e Coronavac com distribuição de 400 senhas por drive, sendo 100 para primeira dose e 300 para segunda dose

O atendimento no posto volante da Igreja Guadalupe no bairro Cidade Aracy, também das 9h às 13h, ocorre somente para pessoas com 18 anos ou para as que já podem tomar a segunda dose. Para essa unidade estão disponíveis 100 senhas para a primeira dose e 150 senhas para a segunda dose.
Gestantes e puérperas com ou sem comorbidades podem receber a vacina nas unidades fixas ou nos postos volantes. 

CADASTRO - Para fazer o cadastro basta acessar o www.vacinaja.sp.gov.br e preencher os dados. Todos também devem imprimir e preencher formulário de vacinação disponível no link http://coronavirus.saocarlos.sp.gov.br/VacinaJa. O comprovante de endereço é obrigatório. Os pais ou responsáveis devem levar assinado o termo de assentimento disponível no link http://coronavirus.saocarlos.sp.gov.br/wp-content/uploads/2020/03/TermoAssentimento-12a17anos.pdf.

Quem for receber a segunda dose basta levar documentos pessoais e a carteirinha de vacinação.

Publicado em Coronavírus

BRASÍLIA/DF - O Banco Central anunciou nesta quinta-feira (2) que os usuários que tenham conta bancária e PIX cadastrados poderão efetuar dois novos serviços com a modalidade: PIX saque e PIX troco.

O correntista poderá sacar até R$ 500 durante o dia e até R$ 100 à noite (das 20 horas às 6 horas). Os serviços estarão disponíveis a partir de 29 de novembro.

O uso do serviço será totalmente gratuito para o cliente final pessoa física até oito operações por mês.

Poderão oferecer os serviços: estabelecimentos comerciais como padarias, supermercados, entre outros; redes de ATMs compartilhados; e participantes do PIX, por meio de seus ATMs próprios.

Para ter acesso aos recursos em espécie, basta que o cliente faça um Pix para o agente de saque, em dinâmica similar à de um Pix normal, a partir da leitura de um QR Code mostrado ao cliente ou a partir do aplicativo do prestador do serviço.

 

 

*Por: Alexandre Garcia e Márcia Rodrigues, do R7

Publicado em Economia

SÃO CARLOS/SP - A Vigilância Epidemiológica de São Carlos informa nesta quinta-feira (02/09) os números da COVID-19 no município. São Carlos contabiliza neste momento 27.491 casos positivos para COVID-19 (45 resultados positivos foram divulgados hoje), com 519 óbitos confirmados e 132 descartados.

Dos 27.491 casos positivos, 25.215 pessoas apresentaram síndrome gripal e não foram internadas, 51 óbitos sem internação, 2.225 pessoas precisaram de internação devido a COVID-19, 1.699 receberam alta hospitalar e 468 positivos internados foram a óbito. 26.830 pessoas já se recuperaram totalmente da doença. 47.540 casos suspeitos já foram descartados para o novo coronavírus (78 resultados negativos foram liberados hoje). 

Estão internadas neste momento 32 pessoas, 6 adultos estão neste momento em enfermaria. 4 pacientes estão em Unidades de Cuidados Intermediários (UCI - Santa Casa), 2 pacientes estão em Unidade de Suporte Ventilatório (USV – HU/UFSCar). No total na UTI adulto estão internadas 17 pessoas, sendo 13 em leitos de UTI/SUS e 4 em leitos de UTI da rede particular. 3 crianças estão em enfermaria SUS neste momento.

Nenhuma criança ocupa vaga de UTI/SUS. Três pacientes de outros municípios estão internados em São Carlos. A taxa de ocupação dos leitos especiais para COVID-19 de UTI/SUS adulto está em 29,55% (13 adultos estão internados). 

O município disponibiliza 44 leitos adulto de UTI/SUS para COVID-19, já que a Santa Casa voltou a operar com 30 leitos adulto para UTI/SUS, 20 leitos de UCI, 6 de UTI infantil e 8 de enfermaria o Hospital Universitário (HU/UFSCar) opera com 14 leitos de UTI/SUS adulto, 6 de Unidade de Suporte Ventilatório (USV) e 15 de enfermaria. 

CENTRO DE TRIAGEM – Nenhum paciente está sendo atendido neste momento em leito de estabilização do Centro de Triagem do Ginásio Milton Olaio Filho. 

NOTIFICAÇÕES – Já passaram pelo sistema de notificação de Síndrome Gripal do município 85.477 pessoas desde o dia 21 de março, sendo que 84.361 pessoas já cumpriram o período de isolamento e 1.116 ainda continuam em isolamento domiciliar.

A Prefeitura de São Carlos está fazendo testes do tipo PCR em pessoas que passam em atendimento nos serviços públicos de saúde com Síndrome Gripal sendo que 59.061 pessoas já realizaram a coleta de exames, 41.546 tiveram resultado negativo para COVID-19, 17.437 apresentaram resultado positivo (esses resultados já estão contabilizados no total de casos). 78 pessoas aguardam resultado de exame.

Publicado em Coronavírus

SÃO CARLOS/SP - Um acidente de trânsito deixou uma idosa com fratura no joelho esquerdo, dor na cervical e trauma craniano leve, na manhã de hoje, 02, na Avenida Dr. Teixeira de Barros (Rua Larga), Vila Prado, em São Carlos.

De cordo com informações, um homem viu o atual marido da sua ex-esposa que estava em um Jeep Renegade, e com ciúmes teria pego uma arma de fogo e começou a perseguição, quando perdeu o controle invadindo o sentido oposto da referida avenida colidindo com outro carro que estava estacionado e atingindo a idosa. O causador de tudo não se feriu e fugiu.

O SAMU foi acionado e a idosa foi levada as pressas à Santa Casa de Misericórdia.

A Polícia Militar esteve no local e registrou a ocorrência.

Publicado em Policial

O vereador também apresentou moções de congratulações ao delegado seccional Dejair Rodrigues e ao investigador José Donizete da Silva Sarrat

 

SÃO CARLOS/SP - O vereador Lucão Fernandes (MDB) apresentou na sessão desta terça-feira (31), Projeto de Decreto Legislativo para conceder o título de "Cidadão Honorário de São Carlos" ao Doutor Geraldo Souza Filho, delegado assistente da Delegacia Seccional da Polícia Civil de São Carlos.

Na mesma sessão, Lucão manifestou congratulação ao Delegado de Polícia Titular da Delegacia Seccional de Polícia de São Carlos, Dejair Rodrigues que completou nesta quarta-feira (01) um ano à frente do comando da Delegacia Seccional, desempenhando um trabalho essencial à justiça e à segurança pública de nosso município e região.

O parlamentar também manifestou congratulação ao Investigador de Polícia – Classe Especial, José Donizete da Silva Sarrat, por seus honrosos trabalhos indispensáveis à solução de conflitos e à garantia do bem estar coletivo e o respeito à dignidade da pessoa humana.

 

Geraldo Souza Filho - Nascido em São José do Rio Preto, mas criado em Ribeirão Preto onde se casou em 1988 constituindo família com esposa e dois filhos, o delegado Geraldo Souza Filho graduou-se como Bacharel em Direito pela Universidade de Ribeirão Preto, UNAERP em 1989 e foi aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no ano seguinte; ingressou mediante concursos públicos na Polícia Civil em julho de 1985 como investigador e em abril de 1993 como Delegado de Polícia. Chefiou as Delegacias dos municípios de Viradouro e Monte Azul Paulista, no período de 1993 a junho de 2006; em julho de 2006 foi designado para atuar em São Carlos sendo Delegado Titular nas seguintes unidades: 1° e 4° Distritos Policiais; Delegacia de Investigações Gerais (DIG); Diretor da 26ª Ciretran e Membro da Equipe Corregedora, desde o ano de 2013 é assistente da Delegacia Seccional de Polícia de São Carlos e responsável pelo Centro de Inteligência.

Paralelo à atividade policial, Geraldo foi professor de Processo Penal na Faculdade de Direito de São Carlos (FADISC) nos anos de 2007 e 2008, e Vice-Diretor da Faculdade em 2008. Ele é Pós-Graduado em Inteligência Estratégica pela Universidade Cândido Mendes-WPós no Rio de Janeiro em 2014.

Geraldo Souza Filho também foi presidente do Rotary Club de Viradouro 1995-1996; recebeu Título de Cidadão Monteazulense em 2006, recebeu moções de congratulações das Câmaras Municipais de Bebedouro e Catanduva SP por esclarecimentos de crimes de repercussão nacional e em janeiro deste ano foi homenageado pelo Governador João Dória com o Prêmio de “Policial Nota 10” pelo esclarecimento do homicídio do prefeito de Ribeirão Bonito.

“Nesta homenagem a esses valorosos delegados e policiais civis, quero homenagear cada delegado de nossa cidade, verdadeiros guerreiros que e suas delegacias e em suas ações, colocam suas vidas em risco para proteger nossa população. Esses policiais são verdadeiros gladiadores em defesa da população”, destacou Lucão. 

Publicado em Política

RIO DE JANEIRO/RJ - Andressa Urach revelou o nome de seu segundo filho, fruto do relacionamento com o atual marido Thiago Lopes. A modelo contou que desejava que bebê se chamasse Bolsonaro, em homenagem ao presidente Jair Bolsonaro, mas aceitou o pedido de seu primogênito, Arthur, para dar o nome de Léon ao irmão.

“Eu queria Leão, leão da selva, mas o Thiago não deixou. [León] Significa valente como um leão, então quase ficou leãozinho”, disse ela em um vídeo no seu canal no YouTube.

Ela ainda contou que gostaria de outro nome para o filho: “Somos bolsonaristas assumidos. O Thiago fez uma brincadeira e, no fim, nossa, algumas pessoas não entenderam. Resultado da história, falando do nome do neném, já que chegamos a este ponto, queria que se chamasse Bolsonaro”.

 

 

*Por: Maria Luise Brey / METROPOLITANA

Publicado em Celebridades

JAPÃO - Na estreia do tae-kwon-do nos Jogos Paralímpicos, o Brasil já foi bem. Nathan Torquato competiu na categoria até 61kg da classe K44 (atletas com limitações de apenas um lado do corpo, na perna ou braço) e deveria encarar Mohamed Elzayat, do Egito, na final. O adversário até tentou voltar após sofrer um golpe irregular na semi, mas não teve condições e o brasileiro foi declarado campeão.

Na semifinal, Elzayat sofreu um golpe irregular no rosto do russo Daniil Sidorov, teve que ser retirado de maca do tatame, foi para o hospital e tentou voltar para lutar, mas não conseguiu. O egípcio se apresentou para o combate, apenas para o juiz encerrar no primeiro segundo e declarar Nathan como medalhista de ouro.

Nathan estreou contra Parfait Hakizimana, atleta de Burundi que compete pelo Time de Refugiados, e venceu por 27 a 4. Na sequência, enfrentou o japonês Mitsuya Tanaka por 58 a 24, e avançou para a semifinal.

Na fase seguinte, encarou o italiano Antonino Bossolo e, em uma luta mais equilibrada, triunfou por 37 a 34. O brasileiro começou bem a luta, abrindo dois pontos de vantagem no primeiro round. No segundo foi onde conseguiu o seu maior estrago, colocando o placar em 24 a 13 entrando no período final. No último, o italiano reagiu e chegou a cortar a diferença para apenas um ponto, mas Nathan conseguiu segurar e sair com a vitória.

Nathan Torquato tem 20 anos e é de Praia Grande-SP. Ele começou a lutar taekwondo com apenas três anos e, apesar de ter dismelia (um movimento para fora do centro do corpo) no braço esquerdo, competiu no esporte olímpico até 2017, quando foi para o paralimpíco. Foi campeão parapan-americano em 2019, em Lima.

 

 

*Por: ESTADÃO

Publicado em Esportes

CAMPINAS/SP - Antes de chegar em nossas mesas, o mel que comemos precisa ser extraído das colmeias e processado. Mas durante o trajeto entre o apiário e a indústria, o lote de mel pode se cristalizar, gerando atrasos na produção porque o processo consolidado hoje no mercado para descristalização de mel leva dias. Uma alternativa para solucionar esse problema é um equipamento que utiliza um método descristalizador de mel desenvolvido e testado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Ele agiliza esse processo a ponto de reduzir a espera em até 33 vezes.

A tecnologia que está disponível para licenciamento propõe, de acordo com seus inventores, diminuir o tempo de descristalização do mel para até cinco horas, o que otimiza a etapa de processamento industrial do alimento, enquanto da forma tradicional pode-se levar até sete dias. O pedido de patente foi depositado via Agência de Inovação da Unicamp (Inova) e concedida pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

A cristalização do mel ocorre naturalmente por diversos motivos, que vão desde o tipo do mel ao clima ou do local de colheita ao tempo de armazenamento. Apesar de natural, causa problemas no processamento e envase, que passam por etapas de filtragem para remoção de restos de pólen, cera de abelha e outros resíduos que possam vir na colheita do produto.

 

Como funciona o descristalizador de mel da Unicamp?

A forma mais tradicional de descristalização envolve deixar os tambores, alguns com mais de 200 litros, que são usados no transporte do mel, numa espécie de sauna seca. O alimento é aquecido por convecção com corrente forçada de ar entre 45 e 58ºC. Uma operação demorada que pode levar de 4 a 7 dias dependendo do estágio da cristalização.

O novo método utilizado pelo descristalizador de mel desenvolvido na Unicamp associa tratamento térmico em banho de água quente com a agitação controlada dos tambores A água facilita a transferência de calor para o interior do latão que é mantido lacrado, assim o mel não tem contato direto com ela.

O movimento contínuo também acelera o retorno dos cristais de açúcar à forma líquida. Aumenta a eficiência, padroniza a descristalização, e, ainda, melhora os parâmetros de qualidade do mel, em função do aumento da velocidade de penetração do calor.

Outra vantagem do método desenvolvido na Unicamp está na etapa de filtração. A viscosidade do mel cai a temperaturas mais altas e isso melhora a fluidez, facilitando a operação de filtragem, blendagem quando for o caso e o posterior envase. 

 

O cuidado com a temperatura na qualidade do mel

O emprego de altas temperaturas no mel é um problema tecnológico, pois pode alterar muitas das propriedades do alimento, como o aumento do hidroximetilfurfural (HMF) numa reação que causa escurecimento do produto em função da decomposição da glicose. Outro importante indicador de qualidade está relacionado à diminuição da enzima diastase, produzida pelas abelhas durante a digestão do pólen.

Ambos modificam o valor nutricional do produto e carregam teores, inclusive, fixados pela legislação. Os limites são usados como indicadores de processamento e armazenamento inadequados, envelhecimento ou mesmo adulteração do mel com xaropes e, por isso, a temperatura ideal é uma preocupação dos produtores. O método de descristalização com agitação e tratamento em água aquecida não influenciou nas características físico-químicas do produto e ainda obteve resultados mais positivos na preservação dos parâmetros naturais.

Neste trabalho, estudamos a cinética de formação do HMF e da destruição da enzima. Vimos que era possível trabalhar numa temperatura mais alta por um tempo mais curto e ter um efeito melhor do que a descristalização tradicional, feita em temperaturas mais brandas por longos períodos, explica o professor Flávio Luís Schmidt, da Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA) da Unicamp, sobre o estudo que embasa o pedido de patente realizado pela Inova.

 

 

Leia matéria na íntegra no site da Agência de Inovação da Unicamp.

*Por: eCycle

Publicado em Natureza

BRASÍLIA/DF - O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), ligado ao Ministério da Educação (MEC), prorrogou por um dia, até o próximo sábado (4), o prazo para solicitações de reaplicação do Exame Nacional de Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).

O Inep informou que o motivo para o adiamento é que o sistema foi suspenso na terça (31), para “ajustes pontuais”. Os candidatos têm até as 23h59m de sábado para fazer o pedido no site do programa.

O Encceja é destinado a jovens e adultos que não concluíram os ensinos fundamental ou médio e desejam ter a certificação da conclusão dessas etapas.

A reaplicação é uma possibilidade para quem não realizou a prova por problemas logísticos no local ou por sintomas de doenças contagiosas previstas no edital no dia ou na véspera. Entre elas foi incluída a covid-19. 

Para solicitar a reaplicação no site, é preciso anexar a documentação e diagnóstico feito por um médico profissional, cadastrado no conselho da profissão. Já para as hipóteses de problemas logísticos, como situações de falta de energia elétrica, é preciso descrever o episódio para justificar o requerimento.

O Encceja foi aplicado no domingo (29). A prova foi feita em 622 cidades nos 26 estados e no Distrito Federal. A reaplicação ocorrerá nos dias 13 e 14 de outubro, juntamente com o Encceja par pessoas privadas de liberdade.

 

 

*Por: Agência Brasil

Publicado em Educação

ARGENTINA - Após o governo argentino limitar as exportações do país em 50% veio o resultado: queda de quase 30% para o volume de carne bovina vendida por esse país no mês de julho. A consequência disso é uma redução na apuração do faturamento, com as exportações, da ordem de mais de US$ 1 bilhão. Produtores argentinos estão se sentindo bastante prejudicados e isso, consequentemente, abre espaço para outros mercados preencherem esta cota.

Para ter uma ideia, esses 30% de queda representam 35 milhões de toneladas de carne que são, aproximadamente, 20% do que o Brasil tem exportado mensalmente para a China. Ou seja, é um volume bastante considerável e abre espaço para outros concorrentes no Mercosul aumentarem suas exportações e ampliarem ainda mais seus horizontes internacionais.

Abre espaço para o Paraguai, principalmente, e para o Brasil, porque esses mercados estão com preços mais competitivos internacionalmente. Vale registrar que o Uruguai, hoje, é um país um pouco mais caro nesse sentido. Quando se compara o preço da arroba do boi, em dólar, nos países do Mercosul, essa é ordem de boi mais caro para o mais barato: Uruguai, Brasil, Paraguai e por fim Argentina, que viu essa queda de preços.

No mercado doméstico argentino, o preço da carne também veio para baixo, ou seja, em linha com a tentativa do governo de conter os preços para segurar o cenário inflacionário bastante agressivo que se desenhou naquele país. Vem em linha, também, com a queda do poder de compra. A crise econômica que está se vivendo nesse país também reforça.

Infelizmente, em um segundo momento, o que a gente costuma ver — e a história nos conta sobre esse tipo de medida —, é que isso desincentiva o investimento na atividade, faz cair a produção e, logo em seguida, vem uma nova onda de alta mesmo com a contenção dos volumes exportados. Então, muito possivelmente, se esse movimento continuar e a medida do governo persistir, é isso que devemos ver no futuro.

As perdas econômicas que já aconteceram são irreversíveis e estimamos que as medidas devem continuar valendo até, pelo menos, as eleições argentinas, já que é uma medida vista como populista.

 

 

*Por: Lygia Pimentel / FORBES

Lygia Pimentel, CEO da AgriFatto, é médica veterinária, economista e consultora para o mercado de commodities. Desde 2007 atua no setor do agronegócio ocupando cargos como analista de mercado na Scot Consultoria, gerente de operação de commodities na XP Investimentos e chefe de análise de mercado de gado de corte na INTL FCStone.

Publicado em Economia

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Setembro 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30