fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 
Radio Sanca Web TV - Quinta, 18 Fevereiro 2021

SÃO CARLOS/SP - Nesta 6ª feira (19), o governo de São Paulo anunciou a 22ª reclassificação do Plano SP, e a regional Araraquara, no qual a cidade de São Carlos está incluída continua na fase vermelha, a mais restritiva. 

Durante a explanação, a taxa de ocupação na DRS III está em 84.7%. O Plano SP prevê que quando taxa de ocupação de UTIs estiver acima de 75%, a região deve ser colocada na fase vermelha. 

Continua depois da publicidade

Araraquara tem decreto ainda mais restritivo por conta da identificação da variante brasileira do novo coronavírus. É proibida a circulação sem justificativa e a multa é de R$ 120. O município tem 100% de ocupação de leitos há 5 dias, com 12.989 infectados, sendo 162 mortes.

O que pode funcionar na fase vermelha

  • Farmácias
  • Mercados
  • Padarias
  • Açougues
  • Postos de combustíveis
  • Lavanderias
  • Meios de transporte coletivo, como ônibus, trens e metrô
  • Transportadoras, oficinas de veículos
  • Atividades religiosas
  • Hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria
  • Bancos
  • Pet shops
  • Serviços de delivery ou entregas
Publicado em Coronavírus

RIO DE JANEIRO/RJ - Na tarde da última quinta-feira (18), a ex-BBB Ivy Moraes encantou os fãs ao publicar um novo clique em seu Instagram curtindo um momento relaxante. A morena esbanjou boa forma ao surgir com um biquíni de oncinha pra lá de fashion.

Continua depois da publicidade

“A sociedade que lute com esses padrões Jurassic Park enquanto somos a PRÓPRIA tia da lancha”, brincou na legenda.

O registro de verão de Ivy contou com mais de 223 mil curtidas. Recentemente, após viajar com alguns amigos e com o cantor Marrone, Ivy Moraes usou seu Instagram Stories na segunda feira (01) para esclarecer os rumores sobre um suposto affair entre eles.

 

 

*Por: Gabriela Ellin / METROPOLITANA

Publicado em Celebridades

ARARAQUARA/SP - O prefeito de Araraquara, Edinho Silva, em entrevista concedida ao Jornal da Morada na manhã desta sexta-feira (19), relatou a grave situação que o município vive durante a pandemia.

Com recorde de amostras positivadas nos últimos dias, Edinho disse que, mesmo com todos os esforços, o número de pessoas doentes não diminuiu: “Abrimos novos leitos em caráter emergencial. Ontem 12 pessoas aguardavam internação. Hoje tem 6 pacientes esperando e não temos leitos para ofertar. O que tem ficar claro para a população é que esse número de hoje, 171 positivados, numa parte dessas pessoas a doença irá evoluir, isso é científico. E uma parte dessa evolução vai precisar de leitos de UTI e nós não temos. ”

Na quinta-feira (18), profissionais da Organização Mundial da Saúde e do Instituto Butantan estiveram com o Comitê de Contingência e com o prefeito.

“Pudemos debater sobre a situação da cidade, curvas de contaminação e óbitos, e conseguimos encaminhar várias parcerias, entre essas, o Butantan vai auxiliar com vários programas de alta tecnologia, para que possamos monitorar a doença”, diz. Diante da cepa de Manaus, o prefeito Edinho acredita que é importante testar a eficiência da vacina, pois a nova cepa tem aumentado a contaminação em diversas regiões do estado. “O que nós apresentamos de proposta é que poderia sim ser feita uma experiência de vacinação em Araraquara. Precisamos da vacinação em massa.Eu havia tratado isso com o secretário estadual da saúde, Jean Gorinchteyn, e não depende apenas dele, mas sim do Ministério da Saúde.

Nesta sexta-feira, com 171 casos positivados, sendo 153 exames entregues pelos laboratórios da Unesp e 34 resultados da rede particular, o município registra 12.989 casos totais. Até ontem, 219 pessoas estavam internadas e 1230 cumpriam quarentena.

Profissionais da saúde que trabalharam em Manaus também conversaram com o prefeito e o comitê sobre os números do município. “A conclusão é uma só: ou nós mudamos a curva de contágio, ou poderemos viver a mesma situação que Manaus viveu”, afirma Edinho.

Continua depois da publicidade

Diante da gravidade da situação enfrentada em Araraquara, Edinho relatou as dificuldades para ampliar o atendimento aos contaminados: “Nós estamos desesperados no mercado tentando ampliar a capacidade da usina de geração de oxigênio do Hospital de Campanha, para que a gente abra novos leitos. Estamos desesperados atrás de profissionais da saúde. Já contratamos 200 novos profissionais, precisamos de mais 52 e não achamos médicos no mercado de trabalho. Temos muitos profissionais afastados judicialmente pois são pessoas acima dos 60 anos. A situação é grave”.

Na primeira semana de endurecimento das regras da fase vermelha na cidade, o prefeito Edinho e o Comitê de Contingência estão sendo pressionados a flexibilizar o decreto, porém ele é categórico: “Estamos vivendo como se estivéssemos numa tempestade e o único farol que pode nos guiar é a ciência. Eu entendo a situação dos empresários. Quando a curva de contaminação cair, vamos voltar com as atividades econômicas, o prefeito é o mais interessado nisso. A arrecadação cai, são mais desempregados, é mais pressão na assistência social. Eu quero que a cidade volte à normalidade, que a economia cresça, mas não podemos ser irresponsáveis nesse momento”.

Os índices de isolamento social no município continuam baixos, em torno de 40%, o que preocupa as autoridades de saúde devido a alta transmissão: “Não estamos entendendo a gravidade da situação. Se o número de contaminados continuar crescendo, na semana que vem poderemos viver algo parecido com Manaus. Teremos que escolher quem será internado. Repito: é uma curva ascendente de contaminação, de pessoas que demandarão leitos hospitalares. Eu não quero que Araraquara viva o que Manaus viveu. Estou trabalhando como um desesperado e faço um apelo ao povo de Araraquara, para fazer o isolamento social.”, desabafa o prefeito, diante das perspectivas para a próxima semana, constatadas pela Organização Mundial da Saúde.

Com o colapso do sistema de saúde de Araraquara, leitos estão sendo improvisados no centro de estabilização do Melhado. Os médicos e especialistas afirmam que a curva de contaminação tem que diminuir para que o município não viva “uma tragédia”. O prefeito Edinho Silva concluiu dizendo que “é preciso que a população de Araraquara tenha consciência, pelo amor de Deus”.

 

 

*Por: Adriana Nagazako / PORTAL MORADA

Publicado em Araraquara

SÃO PAULO/SP - Cálculos do diretor executivo da Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado Federal, Felipe Salto, mostram que zerar a cobrança da alíquota de PIS/Cofins sobre o óleo diesel por dois meses significa abrir mão de R$ 3,3 bilhões. Esse montante, explica em sua conta no Twitter, representa 10% do custo "aventado" pelo governo brasileiro para a retomada do auxílio emergencial, que ainda não saiu do papel.

Na quinta-feira, após um novo reajuste de combustíveis pela Petrobrás, o presidente Jair Bolsonaro anunciou que a partir de 1.° de março não haverá qualquer imposto federal sobre o preço do óleo diesel. Bolsonaro considerou o aumento anunciado pela petroleira, o quarto do ano, “fora da curva” e “excessivo”.

Continua depois da publicidade

"O novo argumento do governo é este: já fizemos a compensação dos gastos novos antes mesmo de sabermos que ele existiria. Incrível", escreve o especialista em finanças públicas. No ano passado, cita o economista, as vendas de diesel no Brasil somaram 57 bilhões de litros, gerando receita anual em torno de R$ 20,1 bilhões, levando em consideração alíquota de PIS/Cofins vigente.

De acordo com Salto, os custos com a decisão do presidente Jair Bolsonaro de zerar PIS/Cofins sobre o óleo diesel deverão vir por meio de crédito extraordinário, o que tende a salvar o teto de gastos. No entanto, diz, o resultado primário do governo será afetado, ainda que a reestimativa de receita possa ajudar a fazer a compensação.

 

*Por: Maria Regina Silva / ESTADÃO

Publicado em Economia

O Irã "reverterá imediatamente" as ações relacionadas ao seu programa nuclear quando as sanções dos Estados Unidos (EUA) forem suspensas, disse hoje (19) o ministro das Relações Exteriores, Mohammad Javad Zarif, reiterando a posição de Teerã quanto à proposta de Washington de retomar as conversações.

Na quinta-feira (18), o governo do presidente norte-americano, Joe Biden, disse estar pronto para ressuscitar um acordo de 2015, entre o Irã e potências mundiais, que o ex-presidente Donald Trump abandonou em 2018 antes de reativar sanções ao Irã.

Quando as sanções forem suspensas, "reverteremos imediatamente todas as medidas corretivas. Simples", disse o chanceler no Twitter.

Continua depois da publicidade

Também na quinta-feira, Zarif tuitou que as "medidas corretivas" de seu país são uma reação a violações do acordo cometidas pelos EUA, o Reino Unido, a França e Alemanha. China e Rússia também são signatárias do pacto.

Mais cedo, Zarif afirmou, em entrevista divulgada em um site do governo, que os EUA não somente descumpriram suas obrigações, mas mantêm a "pressão máxima fracassada" de Trump, apesar de afirmar que estão dispostos a retomar o acordo nuclear.

"Portanto, os europeus precisam notar que a pressão sobre o Irã não funciona, e que comentários inúteis tampouco servem para algo", disse Zarif, acrescentando: "Assim que virmos medidas dos Estados Unidos e da Europa para o cumprimento de suas obrigações, reagiremos imediatamente e retomaremos nossos compromissos."

 

 

*Por Parisa Hafezi - Repórter da Reuters

Publicado em Política

SÃO CARLOS/SP - A secretária Especial de Infância e Juventude, Ana Beatriz Sodelli, e a diretora de Orçamento Criança e Adolescente, Tânia Castilho, estiveram com o presidente da Câmara Municipal, Roselei Françoso (MDB), na manhã desta quinta-feira (18) para discutir as políticas públicas que envolvem a pasta.

O projeto de lei que cria a Política Municipal pela Primeira Infância, apresentado por Roselei e que deverá ser votado na sessão do dia 2 de março, recebeu elogios da secretária, que irá mobilizar sua equipe e demais atores da rede para analisar o projeto. “Este PL seria votado na última sessão, mas adiamos para que as pessoas envolvidas com o tema possam opinar”, explicou Roselei.

A Política Municipal pela Primeira Infância define princípios, diretrizes e competências para o fortalecimento do atendimento à primeira infância, que compreende os primeiros seis anos de vida da criança.  Uma das metas é servir de base para estabelecer o Plano Municipal da Primeira Infância, onde deve constar cronograma de ação, objetivos, orçamento específico e outras informações.  

Continua depois da publicidade

“O município já executa uma série de programas e ações, em diversas áreas em prol das crianças, agora vamos conectá-las a uma política pública fundamentada na legislação”, observa Roselei.

Ana Beatriz também falou sobre a reorganização da pasta e os projetos que estão em andamento, entre eles a apresentação, ainda no primeiro semestre deste ano, dos resultados do diagnóstico social da infância e juventude, que levantou dados regionais, o início de um curso de capacitação sobre o Direito da Criança e Adolescente ministrado em parceria com a USP Ribeirão Preto.

“Fiquei muito satisfeito em conhecer a linha de trabalho da secretária Ana Beatriz e de saber dos novos projetos”, frisou Roselei. “Tenho absoluta certeza de que todos os 21 vereadores estarão empenhados em colaborar com esta pasta, responsável pela articulação das ações municipais em prol da Infância e Juventude”, observou Roselei.

Publicado em Política

Pedro Motta e Henrique lançaram no dia 18 de fevereiro Gordinha Gostosa, música que exalta a beleza feminina sem se preocupar com padrões de beleza imposto pela mídia.

 

SÃO PAULO/SP - Pedro Motta e Henrique sabem tudo sobre o verdadeiro amor. Após conquistarem o Brasil com a música Lili, cantando sobre o amor livre, os sertanejos mandam o papo reto com seu novo lançamento: Gordinha Gostosa. O novo single foi lançado no dia 18 de fevereiro no YouTube e em todos os aplicativos de música.

Composta por Allef Rodrigues, Matheus Costa, Lucas de Novo e Jhonny Carvalho, Gordinha Gostosa ressalta o empoderamento femininos através do corpo humano livre de rótulos e estereótipos de beleza imposto pela mídia e pelas redes sociais. “Em cada curva do seu corpo eu acelero mais. Ninguém faz assim tão gostoso como você faz”, cantam Pedro Motta e Henrique.

Continua depois da publicidade

Escolhida a dedo por Pedro, Gordinha Gostosa trata-se de uma pisadinha, ideal para embalar casais apaixonados em uma dança bem animada.

“Precisamos ressaltar a importância e a beleza da mulher brasileira. Hoje, a mídia impõe padrões que não tem nada a ver com a genética da brasileira. Muitas mulheres erroneamente ficam triste por não se enquadrarem. A música faz um grande elogio a todas as lindas mulheres do nosso país”, ressalta Pedro.

Assim como Lili, Gordinha Gostosa é parte de um projeto que vai muito mais além do que o lançamento de um single. As faixas farão parte de um DVD, gravado no dia 2 de dezembro, em Goiás. “O clipe de Gordinha foi pinçado deste projeto que compilará 16 faixas. Os fãs podem esperar que em breve ele estará completo e lançado. Será uma honra divulgá-lo”, conta Henrique.

 

Gordinha Gostosa
(Allef Rodrigues / Matheus Costa/ Lucas de novo / Jhonny Carvalho)

 

Quando eu conheci você

Me apaixonei no seu olhar

Parei de procurar boca estranha na rua

 E não precisa mudar Gosto do jeito que é

Essa gordurinha e excesso de gostosura

 

Em cada curva do seu corpo Eu acelero mais

Ninguém faz assim tão gostoso como voce faz

Você é linda mesmo com uns pneuzinho a mais

 

Refrão

Minha gordinha gostosa

Tu é foda

Liga não pras magrinha invejosa

 

 

Mais sobre a dupla:  

YouTube: https://www.youtube.com/c/PedroMottaeHenrique 
Instagram: https://www.instagram.com/pedromottaehenrique/ 
Facebook: https://www.facebook.com/pedromottaehenrique/ 

 

Publicado em Pop & Arte

Essa é a mais alta classificação que uma empresa pode alcançar dentro do Movimento Empresa Júnior

 

SÃO CARLOS/SP - A Produção Jr. da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), que tem como missão e objetivo principal transformar a realidade de pessoas desenvolvendo projetos de excelência, conquistou o título Empresa Júnior Cluster 5 em razão das ações realizadas em 2020. Ela é a primeira Empresa Jr. da Universidade a conseguir esse título.

Para uma Empresa Júnior alcançar o título de Cluster 5, dentro do Movimento Empresa Júnior (MEJ), é preciso que ela supere uma série de indicadores estabelecidos, sendo eles: o faturamento para o ano (que é 100% reinvestido na educação empreendedora e em oportunidades de desenvolvimento para os membros da Empresa); o número de projetos executados; a quantidade de membros que executam esses projetos (em que se busca alcançar 100% de participação); o número de ações compartilhadas (projetos executados em conjunto com outras Empresas Juniores da região); a participação dos membros em Eventos das Empresas Juniores (em que são geradas novas oportunidades de aprendizado e são estabelecidos contatos com empresas do mercado); o NPS (uma coleta da satisfação dos clientes com os projetos e soluções que foram entregues, dentro de uma escala de 0 a 10); e o número de Projetos de Impacto (projetos que tenham um excelente NPS e ainda contemplem os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - ODS's - da ONU).

Continua depois da publicidade

"Todos esses indicadores têm seus valores estabelecidos para a Empresa Jr. no início de um ano. Uma vez que ela, por meio da realização de seus projetos, consegue contemplar todos, alcança-se o Cluster 5. Como destaque em 2020, a Produção Jr alcançou um NPS 100, desempenho máximo nesse indicador. Nesse sentido, fomos referência no estado de São Paulo no que se refere à qualidade dos projetos que foram entregues", explicou o Presidente da Produção Jr., Victor Sandim.

O ano passado foi muito promissor para a Produção Jr. "Em 2020, pudemos impactar e trazer excelentes resultados para diversas empresas do estado de São Paulo e de outras regiões do Brasil, de diferentes segmentos de mercado e porte, a partir da aplicação prática de conhecimentos e aprendizados adquiridos no curso", acrescentou.

Foram desenvolvidos principalmente projetos de Planos de Negócios, para empresas dos ramos alimentício, energético e agropecuário, entre outros. Além disso, foram realizados Mapeamentos de Processos para negócios dos ramos de construção civil, restaurantes e transportadoras, bem como Pesquisas de Mercado para empresas dos setores de habitação e comércio de serviços. Outros projetos importantes em 2020 estavam relacionados aos temas de Cronoanálise e Layout, para outros negócios.

"Atribuímos nossas conquistas principalmente ao grande esforço, comprometimento e responsabilidade que todos os membros tiveram nas suas atividades. Também ao suporte e apoio de docentes do Departamento de Engenharia de Produção (DEP), que puderam colaborar conosco em muitas oportunidades, facilitando o nosso aprendizado. Ainda, o ecossistema da região de São Carlos, com todo o incentivo ao empreendedorismo, tecnologia e ciência, pode ser um terceiro fator determinante para o impacto que geramos em 2020 por meio da execução dos nossos projetos", finalizou Sandim.

Produção Jr.
Com 21 anos de criação, completados neste mês de fevereiro, a Produção Jr realiza projetos de consultoria em Engenharia de Produção para pequenas, médias e grandes empresas, em sua maioria próximas à região de São Carlos. Todas as áreas da Empresa Júnior (Administrativo-financeiro, Gestão de Pessoas, Relações Comerciais, Comunicação e Consultores de projetos) trabalham em sinergia com o propósito de entregar soluções personalizadas para os clientes. A atuação da Empresa abarca desde o estudo do mercado e prospecção dos clientes e empresas, até o embasamento nos temas, o desenvolvimento dos projetos, a entrega e o acompanhamento dos resultados gerados.

Os serviços prestados se dividem em três grandes escopos: Produção - busca da padronização e de melhorias em relação aos produtos e processos, por meio dos serviços de Planejamento e Controle da Produção (PCP), Layout, Cronoanálise e Gerenciamento de Estoques; Qualidade - busca da padronização e do desenvolvimento de métricas de desempenho, por meio dos serviços de Mapeamento de Processos, Filosofia 5S e Indicadores de Desempenho; e Negócios - desenvolvimento de pesquisas e planejamentos para consolidar ou expandir negócios, por meio dos serviços de Plano de Negócios, Pesquisa de Mercado e Plano Financeiro. Nestes 21 anos de fundação, foram realizados mais de 190 projetos.

Mais informações podem ser obtidas no site (https://producaojr.com.br/), Blog (https://producaojr.com.br/blog-2/) ou no Instagram (https://www.instagram.com/producao.jr/)

Publicado em Educação

BERLIM - A crise de semicondutores que atingiu o setor automotivo deixa as montadoras com uma escolha dura: pagar, estocar ou correr o risco de ficar paralisado enquanto as fabricantes de chips se concentram em negócios mais lucrativos em outros lugares.

Fabricantes de automóveis, incluindo Volkswagen, Ford e General Motors, cortaram a produção à medida que o mercado de chips foi varrido por fabricantes de eletrônicos de consumo, como smartphones - os clientes preferidos da indústria de chips porque compram chips mais avançados e de maior margem de lucro.

A escassez de semicondutores - mais de US $ 800 em silício embalado em um veículo elétrico moderno - expôs a desconexão entre uma indústria automotiva estragada por décadas de entregas just-in-time e uma cadeia de suprimentos da indústria eletrônica que não pode mais se curvar à sua vontade.

“O setor automotivo está acostumado com o fato de que toda a cadeia de suprimentos está centrada nos carros”, disse Ondrej Burkacky, sócio da McKinsey. “O que foi esquecido é que os fabricantes de semicondutores realmente têm uma alternativa.”

As montadoras estão respondendo à escassez fazendo lobby com os governos para que subsidiem a construção de mais capacidade de fabricação de chips.

Continua depois da publicidade

Na Alemanha, a Volkswagen apontou o dedo aos fornecedores, dizendo que os avisou oportunamente em abril passado - quando grande parte da produção mundial de automóveis estava paralisada devido à pandemia do coronavírus - de que a demanda se recuperaria fortemente no segundo semestre do ano.

Essa reclamação da montadora de volume número 2 do mundo corta pouco gelo com os fabricantes de chips, que dizem que a indústria automobilística é rápida em cancelar pedidos em uma recessão e em exigir investimentos em nova produção em uma recuperação.

“No ano passado, tivemos que dispensar funcionários e arcar com o custo de manutenção da capacidade ociosa”, disse uma fonte de um fabricante europeu de semicondutores, que falou sob condição de anonimato.

“Se as montadoras estão nos pedindo para investir em nova capacidade, eles podem nos dizer quem vai pagar por essa capacidade ociosa na próxima desaceleração?”

A indústria automobilística gasta cerca de US $ 40 bilhões por ano em chips - cerca de um décimo do mercado global. Em comparação, a Apple gasta mais em chips apenas para fabricar seus iPhones, avalia Neil Campling, analista de tecnologia da Mirabaud.

Além disso, os chips usados ​​em carros tendem a ser produtos básicos, como microcontroladores feitos sob contrato em fundições mais antigas - dificilmente a tecnologia de produção de ponta na qual os fabricantes de chips estariam dispostos a investir.

“Os fornecedores estão dizendo: 'Se continuarmos a produzir esse material, não haverá outro lugar para onde ir. A Sony não vai usá-lo para um Playstation 5 ou Apple para seu próximo iPhone '”, disse Asif Anwar da Strategy Analytics.

Os fabricantes de chips ficaram surpresos com a reação de pânico da indústria automobilística alemã, que convenceu o ministro da Economia, Peter Altmaier, a escrever uma carta em janeiro para seu homólogo em Taiwan pedindo aos fabricantes de semicondutores que fornecessem mais chips.

Nenhum suprimento extra estava chegando, com uma fonte da indústria alemã brincando que os americanos tinham uma chance melhor de conseguir mais chips de Taiwan porque eles poderiam, pelo menos, estacionar um porta-aviões na costa - referindo-se à capacidade dos Estados Unidos de projetar energia em Ásia.

Mais perto de casa, uma fonte de outra fabricante de chips europeia expressou descrença com o pouco entendimento de uma montadora de como ela opera.

“Recebemos um telefonema de uma montadora que estava desesperada por suprimentos. Eles disseram: Por que você não executa um turno da noite para aumentar a produção? ” esta pessoa disse.

“O que eles não entenderam é que funcionamos no turno da noite desde o início.”

SEM CORREÇÃO RÁPIDA

Embora a Infineon, fornecedora líder de chips para a indústria automotiva global, e Robert Bosch, o principal fornecedor de peças de 'Tier 1', planejem comissionar novas fábricas de chips este ano, há poucas chances de que a escassez de fornecimento diminua em breve.

Fabricantes de chips especializados como a Infineon terceirizam parte da produção de chips automotivos para fabricantes terceirizados liderados pela Taiwan Semiconductor Manufacturing Co Ltd (TSMC), mas as fundições asiáticas estão atualmente priorizando fabricantes de eletrônicos de ponta à medida que enfrentam restrições de capacidade.

No longo prazo, a relação entre os fabricantes de chips e a indústria automobilística ficará mais próxima à medida que os veículos elétricos forem sendo mais amplamente adotados e recursos como direção assistida e autônoma serão desenvolvidos, exigindo chips mais avançados.

Mas, no curto prazo, não há solução rápida para a falta de fornecimento de chips: a IHS Markit estima que o tempo que leva para entregar um microcontrolador dobrou para 26 semanas e a escassez só chegará ao mínimo em março.

Isso coloca em risco a produção de 1 milhão de veículos leves no primeiro trimestre, diz IHS Markit. Os executivos e analistas da indústria de chips europeus concordam que a oferta não acompanhará a demanda até o final do ano.

A escassez de chips está tendo um “efeito bola de neve”, já que os fabricantes de automóveis perdem alguma capacidade para priorizar a construção de modelos lucrativos, disse Anwar, da Strategy Analytics, que prevê uma queda na produção de automóveis na Europa e América do Norte de 5% -10% em 2021.

O chefe da fabricante de chips franco-italiana STMicroelectronics, Jean-Marc Chery, prevê que as restrições de capacidade afetarão as montadoras até meados do ano.

“Até o final do segundo trimestre, a indústria terá que administrar no nível de estoque enxuto”, disse Chery em uma conferência recente da Goldman Sachs.

 

 

 

*Por: Douglas Busvine de Berlim e Christoph Steitz de Frankfurt; Reportagem adicional de Mathieu Rosemain e Gilles Gillaume / REUTERS

Publicado em Economia

EUA - O TikTok transmitirá, ao vivo, conteúdo do Ultimate Fighting Championship (UFC). A novidade faz parte de um acordo com a organização que promove lutas de MMA (artes marciais mistas), informou a rede social chinesa na quinta-feira (18).

Os termos financeiros do acordo não foram revelados. O acordo inclui transmissões ao vivo semanais do UFC que mostrarão imagens de bastidores e interações com lutadores, disse o TikTok.

Continua depois da publicidade

A UFC é a terceira liga esportiva mais popular no TikTok, com mais de 6,3 milhões de seguidores. A parceria começa em 20 de fevereiro com conteúdo promocional da luta entre os norte-americanos Curtis Blaydes e Derrick Lewis.

 

 

*Por Chavi Mehta / REUTERS

Publicado em Entretenimento

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Fevereiro 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28

Comércio e Serviços em Geral